JBraz Engenharia, Representações e Consultoria.

copy-jbraz-eng-e-repres-logo2-e1351269060692.jpg bandeira-do-brasil A JBraz Engenharia e Representações atua à mais de 17 anos no mercado de engenharia civil nas áreas de construção, manutenção, obras residenciais e comerciais. Desde 2011 também vem atuando no setor de Petróleo e Gás, e suas pequenas obras civis. Possui cadastro nos seguintes órgãos: PETROBRÁS, TRANSPETRO e ONIP, e a cada dia participa mais das concorrências no setor.

Há quatro anos visitando as mais importantes feiras do setor e acompanhamento o lançamentos de novas tecnologias, a JBraz está buscando trazer para o Brasil produtos inovadores através do estabelecimento parcerias internacionais.Tendo sido qualificada em programas do Convênio SEBRAE/Petrobrás, desde 2011, quando participou de sua primeira missão internacional a JBraz tem participado como integrante de diversas missões como a OTC em Houston – USA, e a ONS em Stavanger – Noruega.  Hoje a JBraz conta com uma área de representação comercial voltada para desenvolvimento de mercado e de produtos internacionais para o setor de petróleo e gás brasileiro. Representamos empresas da Alemanha, Inglaterra, Noruega e Holanda, que já apresentaram seus produtos nas maiores empresas do mercado brasileiro de petróleo e gás.

Safety bail 8

Scantech – Safety Bail –

 

Módulo

Titan Modules

IMG_5933

Oil Clear Systems

catalogo pic

Granberg Gloves

——————————————————————————————————————— The JBraz Engineering and Representations has been operating for over 17 years in the civil engineering market in the areas of construction, maintenance, residential and commercial projects, also working with clients in the Oil and Gas sector, in their small civil works. Registered on the following organs: PETROBRAS, TRANSPETRO and ONIP, is more and more taking part in competitions in the industry.

Having qualified in the Agreement SEBRAE / Petrobras programs, has been in the oil market since 2011, when he attended his first internacionail missions. The JBraz has participated as a member of these missions as the OTC in Houston – USA, and the ONS in Stavanger – Norway. Four years ago visiting the most important fairs of the sector and monitoring the launches new technologies, The JBraz is seeking to bring innovative products to Brazil by establishing international partnerships. Today JBraz has a trade office area facing market development and international products to the Brazilian oil and gas sector. We represent companies from Germany, England, Norway and the Netherlands, who have already presented their products in the largest companies in the Brazilian oil and gas.

Folder olho

Advertisements

Safety Bails Reducing risk – improving safety

Scantech logo

bandeira-da-inglaterra-2     The safe operation of floating drilling rigs at all times is a well known industry challenge. The James Fisher Safety Bails provide: • Improved drill ship / semi-sub drilling operational safety during completion, well testing, well intervention and workover (C/WOR) operations • Protection against accidental C/WOR overload conditions through compensator lock up • Ensures compliance with ISO 13628/7 through a predetermined load and known weak point in the stringSafety bail 8• Non-separating when activated • Minimised down-time with rapid reset function • Direct replacement for existing components • Top-side location for maximum visibility & rapid reconnection • Global product and through-life support coverage • Proven in North Sea applications since 2005.

Watch the video.

social-media-marketing-tool

Download Safety Bails Folder

Download_button

 

Dowload Safety Bails presentation in portuguese.

Download_button

 

 

Potential risk without Safety Bails caused by tension overload: • Injuries or loss of crew • Falling objects • Damage to the work string and other pressure controlled equipment • Undesirable hydrocarbon spill to sea • Non-Compliance with ISO13628-7 Compliance In Accordance with ISO13628-7. Section 6.3.2.4 “The C/WO riser system shall be designed for accidental loads” Section 6.7.1 ‘Safety joint or weak link’ stipulates: “Measures should be taken to avoid damage to the C/WO in case of overloading due to accidental load effects. A weak link may be considered for accidental loads caused by excessive top tension (motion compensator lock-up) and excessive vessel offset (drive-off, drift-off, anchor line failure) to ensure that unacceptable escalation does not occur” Certification: DNV approved, certification number D3952  – Worldwide patent held

Represented in Brazil by JBraz – Teresa Braz – teresa@jbraz.com.br

Safety bail 1 bandeira-do-brasil

———————————X ————————————————

A segurança nas operações de perfuração em plataformas flutuantes, é um conhecido desafio para a Indústria. O Safety Bails da James Fisher, proporciona:

Melhoria da segurança operacional , durante as operações de completação, teste, intervenção e workover (C/Wor), em navios de perfuração e plataformas semi-sub. Proteção contra as condições acidentais de sobrecarga  do C/WOR através do compensador de lock up. Assegura a atendimento da ISO 13.628,  através de uma pré-determinada carga e um conhecido ponto fraco na cadeia. Quando ativado não se separa. Minimiza o tempo de parada com  um rápido reinício da função. Substituição direta dos componentes. Localização no topside para uma máxima visibilidade e rápida reconexão. Produto global e cobertura de assistência por toda a vida. Aplicação comprovada no Mar do Norte desde 2005.

Assista o  vídeo

social-media-marketing-tool

Download do folder.

Download_button

 

Dowload Apresentação do Safety Bails.

Download_button

 

 

 

Riscos potenciais sem o Safety Bail que podem ser caudados por sobrecarga de tensão Lesões ou perda de tripulação. Queda de objetos. Danos à coluna de trabalho e outros equipamentos de controle de  pressão. Derramamento de hidrocarbonetos indesejáveis para o mar. Não-Conformidade com ISO13628-7.

Pino de Cisalhamento

Pino de Cisalhamento

Compliance De acordo com a ISO 13.628, seção 6.3.2.4: “O C/WO riser deve ser concebido para cargas acidentais.” Seção 6.7.1 “ Conexão segura ou determinação de um ponto fraco. “Medidas devem ser tomadas para evitar danos ao C/WO em caso de sobrecarga devido à efeito de carga acidental. Um ponto fraco pode ser considerado para carga acidental causada por tensão excessiva (movimento do compensador lock-up) e do navio, por  excessiva compensação(drive-off, deriva, falha na linha de âncora) para garantir que uma escala inaceitável não ocorra.

Certificação: Aprovado pela DNV, certificação número D3952 Patenteado mundialmente.

Representado no Brasil por JBraz – contato – Teresa Braz – email: teresa@jbraz.com.br